Placas Gráficas Intel Xe: Lançamento em Janeiro na CES 2022

Como deve saber, Surviem muitos rò rỉ e rumores à volta daquilo que a Intel vai fazer entre o fim de 2021 e início de 2022. Afinal de contas, com một chegada do novo Windows 11, vamos ter uma loucura no mundo dos computadores! Com a compra de máquinas completamente novas, ou atualização dos nossos fiéis companheiros do dia-a-dia.

Porquê tanta expetativa no lado da Intel? Bem, a gigante dos vi xử lý não só se está a preparar para lançar a sua nova gama de processadores Core 12000, já com suporte a todas as novas tecnologias que poderá fantasyinar (design big.LITTLE, DDR5, PCIe 5.0, v.v…), como também está prestes a ter um ecossistema super completo, onde também vamos poder encontrar Sabas gráficas!

Không có entanto, enquanto os primeiros CPU Intel Core 12000 chegam ao swado ainda em 2021, tudo indica que as primeiras sitas gráficas gaming da gigante dos vi xử lý apenas irão dar um de sua graça na CES 2022 de Janeiro. Com uma disponibilidade muito provavelmente apenas no segundo trimestre do ano.

Placas Gráficas Intel Xe: Lançamento em Janeiro na CES 2022

Portanto, tudo indica que a Intel decidiu lançar a sua nova gama de lasas gráficas DG2 Xe-HPG na CES 2022. É uma data um pouco desapontante para quem queria um aumento da kình địch lại không có trọng lượng nào do fim do ano, especialmente porque a própria Intel já confirmou que começou a enviar GPUs para as parceiras.

Mas talvez seja melhor fazer um lançamento “como deve de ser”, com bom stock, de forma a ter algum Impacto no flado, e claro, encostar a NVIDIA e AMD à parede, com boa performance, e bons preços!

Entretanto, nova gama Intel DG2 Xe-HPG foi desenhada especialmente para o gaming, trazendo consigo um máximo de 512 unidades de executeução, 16GB de memória GDDR6, naquilo que deve ser uma gama composta por 5 SKU khác nhau. Tudo indica que o modelo mais potente, e mais caro, vai challengeizar com as RTX 3080 e RX 6800 XT das rivais NVIDIA e AMD.

Ademais, o que pena sobre tudo isto? Com expetativas altas? Será a Intel capaz de bater o pé à NVIDIA e AMD? Partilhe connosco a sua Região nos comentários em baixo.